in

Selfies que deram errado

O autorretrato sempre foi uma obsessão humana, e, na era das selfies, isso se intensificou. A busca por likes leva muitos fotógrafos amadores a fazerem de tudo para conseguir o clique perfeito, inclusive arriscar a própria vida.

Mas até onde as pessoas chegam para tirar uma foto que impressione? Até onde precisar, segundo uma pesquisa feita nos Estados Unidos em 2017. De acordo com o estudo, mais de 250 pessoas já perderam suas vidas ao buscar o autorretrato perfeito. 

E a Índia é o país com maior número de mortes registradas em decorrência de selfies, digamos, estrategicamente mal planejadas. Turistas que visitavam o país asiático sucumbiram ao tirar fotos em barcos, despenhadeiros, rios e até na frente de trens. Inclusive uma pessoa morreu ao cair de uma escadaria no Taj Mahal enquanto tirava sua selfie.

Veja outros lugares em que fotógrafos amadores (ou não) morreram ao ir atrás de um retrato incrível:

>> Joanesburgo (África do Sul). Uma turista caiu de uma altura de mais de 15 metros durante uma escalada em Northcliff Hill. Ela tentava tirar uma selfie e escorregou em uma das pedras da montanha.

Advertisement

>> Machu Picchu (Peru). Um homem tentou fazer uma foto durante um salto em um dos penhascos do complexo que pertenceu à antiga civilização inca. Ele perdeu o equilíbrio e caiu de uma altura de 40 metros.

>> Sevilha (Espanha). Uma jovem resolveu tirar uma selfie na beira da ponte mais famosa da cidade. Ela se desequilibrou e foi parar no rio Guadalquivir. Infelizmente a queda de 5 metros tirou sua vida.

>> Powys (País de Gales). Um homem foi atingido por um raio quando caminhava pelo Parque Nacional de Brecon. A suspeita é de que o pau de selfie que ele usava no passeio atraiu o raio.

>> Liaoning (China). Essa parece mentira. Um homem teve a brilhante ideia de tirar uma foto com uma morsa enquanto visitava o zoológico. O animal o arrastou para dentro d’água e o manteve lá até que ele se afogasse.

Advertisement

Written by adminacesso@wp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gatos e caixas: uma relação de amor

Coisas que não posso colocar no micro-ondas