in

Afinal, devo ou não trocar sempre minhas senhas?

Quando o assunto é segurança, todo cuidado é pouco, certo? Na verdade, depende. Pelo menos quando estamos falando de segurança na internet. Senhas consideradas fracas se tornam alvos fáceis para criminosos virtuais, que invadem contas alheias e fazem o número de usuários lesados crescer a cada ano. Será que a solução para essa questão é trocar as senhas a cada 3 meses, como fazem a maioria das empresas? Veja o que dizem os especialistas.

Banco, e-mail, Netflix, lojas online, redes sociais… Com um número tão grande de senhas para lembrar, é inevitável repetirmos algumas de vez em quando. Sabendo disso, um número crescente de sites exige senhas mais complexas, com pelo menos oito caracteres, entre letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos. Para muitos, esse é o tipo de senha perfeita, mas não é bem assim.

Uma senha forte não significa necessariamente uma sequência maluca de dígitos, mas sim um código único, que não possa ser usado em outras plataformas em caso de uma exposição. Sabendo de todos esses detalhes, podemos crer que trocar a senha regularmente também seria uma ótima medida de segurança, não é mesmo?

Advertisement

Não, segundo a Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos. De acordo com o órgão, quem altera suas senhas com muita frequência acaba fazendo uma nova combinação com os mesmos caracteres usados anteriormente. Aos olhos dos hackers, esse comportamento é tão previsível quanto colocar a data de nascimento, nomes, apelidos, locais famosos ou uma sequência numérica como 1, 2, 3, 4, para logar em algum site.

Com isso em mente, vale a pena trocar a preocupação com alterações regulares de senhas por um esforço em criar uma sequência única, mas inesquecível para você. Se precisar de ajuda, um gerador de senhas pode ser uma boa opção. Esses programas auxiliam na criação de códigos fortes, mais difíceis de se tornarem alvo de criminosos virtuais.

Advertisement

Written by adminacesso@wp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Coisas que não posso colocar no micro-ondas

Você deveria adotar um cão. Pelo menos é o que aconselha a ciência