in

A verdade sobre o ciúme

Todas as pessoas do mundo já sentiram ciúme pelo menos uma vez. O sentimento pode ser em relação aos pais, irmãos, amigos, parceiros amorosos e até em relação ao cachorro. A situação é comum, mas pode se tornar um problema quando a pessoa acredita que o ciúme é uma demonstração de amor e precisa estar presente nas relações.

Importar-se é bom, mas o ciúme não precisa entrar na equação para o sucesso de uma relação. Ninguém pode controlar ninguém. O melhor é usar outros sentimentos, como companheirismo e amizade, para afastar a insegurança das pessoas envolvidas. E pode ficar tranquilo. Segundo terapeutas, o ciúme diminui à medida que o relacionamento avança pelo tempo.

Um dos mitos que muita gente ainda acredita é a de que esconder o ciúme é a melhor maneira de se lidar com ele. Ficar guardando tudo dentro de si não vai fazer bem para você e uma hora a situação vai se tornar insustentável. Algumas pessoas também creem que o ciúme apimenta a relação. Em que mundo criar insegurança no companheiro pode ser uma coisa boa? Situações forçadas não costumam levar a bons resultados e você pode acabar se arrependendo de ter inventado moda.

Advertisement

Autoestima é outro fator que influi na vida do ciumento. Quanto menos uma pessoa se valorizar, maior é a probabilidade dela se tornar controladora. Acredite em você mesmo e procure dar liberdade para todos a sua volta. As pessoas querem estar ao seu lado pela sua companhia, e não porque você instalou um GPS nelas.

O comportamento manipulador e controlador dos ciumentos faz as pessoas se sentirem pressionadas. O alvo do ciúme, então, pode começar a esconder coisas para evitar discussões. Se a mentira vier à tona, o ciumento acreditará que tem razão de não confiar em ninguém. É aquela velha expressão, quem procura, acha.

Advertisement

Written by adminacesso@wp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As coisas mais estranhas já engolidas por cães

As comidas mais fáceis de preparar